Por Paulo Monteiro Júnior

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Sete de cada dez vítimas de acidentes em PE são motociclistas, diz Saúde


Foto: Internet

Segundo governo do Estado, 719 condutores de moto morreram em 2015.

Dia do Motociclista é comemorado nesta quarta-feira (27).


Comemorado nesta quarta-feira (27), o Dia do Motociclista deve ser uma data de reflexão tanto para os motoristas quanto para o poder público. De cada dez vítimas de acidentes de trânsito emPernambuco, sete são motociclistas. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), no ano passado, 32.881 condutores de moto se envolveram em acidentes. O número equivale a 76,8% do total de acidentados: 42.807. 


O levantamento do governo do estado revela, ainda, outro dado alarmante: 719 motociclistas morreram no trânsito em 2015, o que representa 42% das mortes registradas. Ao todo, foram 1.705 óbitos no ano passado. Em 2014, 820 acidentes resultaram na morte de, pelo menos, um motociclista. A redução foi de 12,3%.
Para diminuir esses números, o governo do estado criou, em 2011, o Comitê Estadual de Prevenção aos Acidentes de Moto (Cepam), que reúne 19 entidades para traçar estratégias de combate a esse tipo de ocorrência. Segundo o presidente do órgão, João Veiga, apesar da diminuição no número de casos, os riscos continuam muito altos.


“A gravidade desses acidentes piorou muito. Muito paciente com traumatismo crânio-encefálico e muito paciente com lesões ósseas com lesão vascular associada. Então, hoje a gente tem um paciente extremamente grave, até um paciente que morre mais ou tem mais sequelas”, revela.



O representante do Cepam informou, ainda, que 11% dos pacientes internados nos hospitais Getúlio Vargas, Otávio de Freitas e da Restauração, no Recife, e que foram vítimas de acidentes com motos precisam ter algum membro amputado. “É um paciente extremamente caro para a seguridade social e para a saúde”, avalia João Veiga.
Foi o que aconteceu com a dona de casa Rose da Silva, de 44 anos. No início do mês, após tentar ultrapassar um carro, acabou perdendo a perna direita. “Foi terrível. Eu fazendo, com todo o vigor, fazendo meus cursos para viver bem. Quando eu vejo, me encontro em cima de uma cama dessas”, afirma.


O agente de fiscalização do Departamento de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) Heliópolis Amorim afirma que o órgão tem investido no monitoramento do tráfego das cidades. “Os tipos de infrações cometidas são os mais diversos. Da falta do uso do equipamento de segurança, o capacete, ao uso de calçado inadequado”, alerta.

Fonte: G1


sábado, 23 de julho de 2016

Rebelião no presídio de Caruaru




Segundo informações preliminares, a rebelião teve início após o término das visitas na tarde de hoje. Corpo de Bombeiros foi acionado para conter o fogo que se espalha no interior do presídio Juiz Plácido de Souza. Aguardaremos mais informações.
Esperamos que a Secretaria de Defesa Social saiba agir para controlar a situação.  Com capacidade física para reclusão de 381 detentos, a anos sofre com a superlotação, que já chegou a atingir mais de 400% de presos acima de sua capacidade física.
A realidade é que o sistema penitenciário do nosso estado encontra-se numa situação lamentável. Denúncias não faltam sobre as precárias condições no Complexo penitenciário do Curado na região metropolitana.

Agrestina sediará encontro de bandas e fanfarras



Acontecerá neste domingo 24.07 o I Festival de bandas e fanfaras na Quadra Poliesportiva Joelson Mendes, localizada às margens da BR-104. O evento está sendo organizado pela Associação de Bandas, Fanfaras e Regentes de Pernambuco (ABANFARE). Para os amantes da música, o evento terá início às 15 horas, e contará com apresentação de mais de 15 bandas do estado de Pernambuco.
Cada corporação terá 15 minutos para sua apresentação. O evento terá início com a apresentação da Banda Marcial do Ginásio Pernambucano, da capital do estado, com previsão de início da apresentação às15 horas. Na sequencia se apresentarão mais 15 bandas filiadas a Abanfare. Representando as escolas estaduais de Caruaru, se apresentarão as corporações da: Escola Professora Jesuína (Salgado), Escola Dom Vital (Divinopólis), Escola Santo Amaro (Vila Kennedy) e Escola José Bione (Salgado).
Para o regente da Escola Santo Amaro. localizada na Vila Kennedy, Caruaru-PE, a banda vem se preparando através de diversos ensaios e pretender levar ao público um repertório com as músicas do momento. Aguardem que teremos surpresas durante nossa apresentação, inclusive com coreografia dos músicos dos metais, disse Jackson Torres ao blog.


Encerrando o I Festival de bandas e fanfarras, a última corporação a se apresentar será a banda da Escola José Canuto do município de Barreiros. Abaixo, a listagem das corporações que se apresentarão neste domingo. Confiram ao lado,
A lista das corporações com a ordem da apresentação, se encontra disponível no link da Abanfare, disponível em: www.abanfare.org

quarta-feira, 20 de julho de 2016

TRE disponibiliza canal para denúncias sobre propaganda irregular



Os eleitores que encontrarem qualquer iniciativa de propaganda eleitoral até 15 de agosto, podem realizar denúncia através do e-mail disponibilizado pelo Tribunalo Regional Eleitoral (TRE) propaganda@tre-pe.jus.br. As denúncias serão direcionadas para as zonas responsáveis pelo local onde está sendo feita a veiculação irregular.
Conforme Lei Eleitoral, a propaganda é permitida a partir de 16 de agosto de 2016. A violação sujeitará o responsável pela divulgação da propaganda e o beneficiário, multa que varia de 5 mil a 25 mil reais.
Não configuram propaganda eleitoral antecipada, desde que não envolvam pedido explícito de voto, a menção à pretensa candidatura, a exaltação das qualidades pessoais dos pré-candidatos e os seguintes atos, que poderão ter cobertura dos meios de comunicação social, inclusive via Internet.

Fonte: Central de notícias da Rádio Liberdade

sábado, 16 de julho de 2016

Trotes no Samu Agreste modificam de perfil


Campanha divulgada pela Infonet

Hoje, o crime está sendo cometido menos no período de férias escolares e mais durante o dia e por adultos

Jaciara Fernandes
O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), no Agreste pernambucano, continua registrando um alto número de trotes, uma brincadeira de mau gosto que além de ser crime põe em risco a vida de quem precisa de socorro. Apesar das campanhas institucionais, a falta de consciência tem persistido por parte da população. O que mudou quanto ao trote foi com relação ao período em que ele vem mais ocorrendo, não sendo mais durante o período de férias escolares como vinha acontecendo já há algum tempo.
De acordo com os dados divulgados pelo Samu Agreste, com sede em Caruaru, de janeiro até junho deste ano foram registradas 56.092 chamadas. Desse total, 8.694 corresponderam a trotes, o que representou 15% de ligações que só atrapalharam o serviço. Foi na segunda quinzena do mês de janeiro que aconteceram mais trotes, totalizando 18.49% das ligações. No mesmo período de 2015, foram registradas 36.817 chamadas no serviço sendo 13.467 trotes. Os números significam que 37% se trataram de trotes e a maior parte se concentrou no mês de março, quando 45% das ligações se configuraram na prática.
Outro dado interessante se referiu ao perfil de quem está mais ligando atualmente para o órgão para passar trote. Antes, os registros de chamadas eram feitos em sua maioria por crianças e durante o período do dia. Hoje, os adultos vêm liderando este ranking negativo, que só tem prejudicado a população. Outra informação nova é que mudou o perfil dos trotes que antes, em sua maioria, eram feitos à noite. Agora, a prática tem ocorrido mais durante o dia em 98% dos casos por aparelhos celulares.

Ana Elizabeth coordenadora do Samu Agreste
Foto: Jornal de Caruaru

Segundo a coordenadora do Samu Agreste, Ana Elizabeth, os trotes têm prejudicado a população em vários sentidos, especialmente, porque mantém a linha ocupada e quem necessita do serviço fica na espera e muitas vezes não é atendido. "Além disso, deixamos de prestar o socorro ao paciente quando um minuto significa uma vida", enfatizou. Ela acrescentou que o trote é crime e consta no Código Penal Brasileiro como "crime de interrupção de comunicado de serviço público de urgência e emergência''. "A pessoa que for identificada poderá pagar multa de valor variado ou cumprir de 6 meses a 1 ano de reclusão", alertou.
Hoje, o Samu Agreste conta com nove atendentes.


Por: Jornal Vanguarda

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Caruaru, Violência e Apatia. Um faroeste Caboclo




Foto: Mário Bennig - Créditos: Jornal de Caruaru
Ficou comum, banal, conversar sobre violência em Caruaru, tratamos de forma corriqueira e com naturalidade temas que vão  de: furtos, assaltos, assassinatos  e agressões. A violência incorporou-se ao nosso cotidiano, fazendo parte do nosso dia a dia. E o pior é que,  apesar da situação de calamidade em que estamos,  abordamos o assunto com uma tranquilidade absurda.
Achamos normal, transformar nossas casas em fortalezas com: cercas elétricas, grades, cães de guarda e segurança privada. Elaboramos verdadeiras táticas de guerrilha para sairmos ou chegarmos em nossas casas. Dar uma volta, ver se não tem ninguém estranho perto, ou pior, se há uma moto nos seguindo. Perdemos o direito de andar tranquilamente pelas ruas. E nossos filhos nunca terão as experiências que nós tivemos em nossas infâncias, de brincar na vizinhança, entre outras tantas.
Valeria a pena pesquisar, o quanto o sentimento do medo acelerou a construção de condomínios fechados e a verticalização da cidade. Já que esses equipamentos são considerados mais seguros que as casas.
Aceitamos,  com resignação,  que podemos ser assaltados ou furtados  a qualquer momento.
Porém, o maior exemplo do quanto nós nos acomodamos, ou nos acostumamos  a viver numa situação  atípica ou irreal, é o número de homicídios cometidos na cidade. O crime mais grave, o que rompe  com todo e qualquer limite de vida civilizada, revelando o quão bárbara é uma sociedade.
Achamos normal que em 2014 tenhamos tido 137 homicídios, e o aumento para 204 em 2015. E comentamos com uma mórbida naturalidade, para não dizer satisfação; que com certeza este ano, 2016, ultrapassaremos esse número. Como se estivéssemos numa competição surreal, ou se esse fosse um título a ser conquistado, como o de sermos a Capital do Forró.
Para termos uma ideia do quão absurda é a nossa situação, basta usar a metodologia internacional,  aplicada para medir o índice de violência. Não se compara o número bruto de mortes. Afinal, cinco homicídios numa população de 1 milhão de habitante é bem diferente dessas mesmas cinco mortes numa população de dez mil habitantes. Sendo assim comparamos, ou calculamos, o número de assassinatos a cada cem mil habitantes.
Com isso, mesuramos, proporcionalmente, o quão violenta é uma localidade. O Brasil tem índices epidêmicos de  homicídios, somos campeões mundiais  em números absolutos. Com quase 60 mil mortes por ano, num universo de 200 milhões de habitantes. Países com populações semelhantes tem resultados bem melhores: os EUA tem, cerca de, 17 mil homicídios ano, a Indonésia 19 mil e no Japão menos de 1 mil por ano. Calculando o nosso índice de homicídios é de 29 a cada cem mil, o que nos torna 11º primeiro país  mais violento do mundo.
E se aplicarmos essa metodologia internacional em Caruaru?
Bem, levando em conta o número fornecido pela SDS/PE tivemos 204 homicídios em Caruaru,  num universo de 347. 088 habitantes.  O que  resulta num índice de 58,77. Bem acima da média nacional,  da de Recife com 35,83, e  de Petrolina, uma cidade no mesmo Estado e com população semelhante, que foi de 39,83. Caruaru, com esse índice, estaria entre as cinquenta cidades mais violentas do Brasil, se esse patamar for mantido.
Porém essa fatura, essa responsabilidade, tem que ser dividida. Existem ações e omissões para todos os níveis de Governo, do Federal ao Municipal.
A ausência de uma política nacional de segurança, uma maior fiscalização das fronteiras, a articulação dos sistemas de segurança em nível nacional, a unificação das duas polícias, podem ser colocadas na conta da União, entre outras.
Um efetivo insuficiente, desmotivado e desaparelhado pode ser colocado na conta do Governo Estadual, basta ver as condições oferecidas a PM para trabalharem no São João de Caruaru. Ou para que a Civil investigue e forneça os dados necessários as ações de inteligência e a finalização dos inquéritos.
E,finalmente,  a gestão municipal. Embora, à obrigação constitucional de ações repressoras e de policiamento ostensivo caibam essencialmente ao Governo Estadual. A PMC pode, dentro da sua esfera de influência, agir e muito. Nada justifica a atual apatia da gestão municipal diante de índices absurdos como esses.  A ausência de uma política municipal de segurança, é de um silêncio ensurdecedor . 
Nesse contexto, cabe ao Município oferecer o básico, o elementar, como uma iluminação pública eficiente na cidade. Algo que comprovadamente tem um impacto nos índices de violência, e que está sob a responsabilidade da Prefeitura. E que é alvo de queixas recorrentes e de um descaso injustificável da atual administração.
Bem como ter uma presença efetiva dos serviços públicos na periferia, expandindo de fato à cidadania. Garantindo o acesso universal a: infraestrutura, limpeza, lazer e escolas de tempo integral. Bem como, equipar e treinar a Guarda Municipal nos termos da Lei 13022 de Agosto de 2014. São ações que competem a Prefeitura e que atenuariam o caos que estamos vivendo. Evitando que ocorram situações ,como as que foram denunciadas, com equipamentos que deveriam estar colaborando com a segurança pública enferrujando em depósitos.
Não é hora de fugir da realidade, ou querer naturalizar ou justificar o injustificável. Há uma crise de segurança municipal, e está na hora das nossas lideranças se posicionarem. Afinal com disse Jung: “Contra fatos não há argumentos.” É chegada a hora das ações.

Prof Mário Benning, é Mestre em Geografia e Professor do IFPE Caruaru.

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Soldado é expulso da PM por tentativa de suborno e abuso sexual durante blitz


A Secretaria de Defesa Social (SDS) excluiu da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) um soldado acusado de tentativa de suborno e abuso sexual durante uma blitz policial realizada em Olinda. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado.

A denúncia foi levada à Corregedoria Geral da SDS, que investigou e comprovou que o militar teria apalpado as pernas da esposa do motorista flagrado dirigindo sob efeito de álcool na Avenida Frederico Lundgren, no bairro de Rio Doce. O soldado teria exigido dinheiro para liberar o condutor sem o pagamento de multa ou detenção, previstos por lei e proposto que a mulher lhe fizesse "favores sexuais".


A equipe de reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco desde o final da manhã. A SDS adiantou que está em contato com a Corregedoria e deverá se pronunciar sobre o caso em breve.



Por: Diário de Pernambuco

Protestos contra o aumento das passagens de ônibus interditam trecho da BR 104 em Agrestina



Foto: Adriano Monteiro protesto do dia 04.07

Agrestinenses realizam na manhã desta segunda (11) mais um protesto contra o aumento das tarifas intermunicipais. A manifestação com queima de pneus e bloqueio da BR-104, desta vez acontece em outro trecho da rodovia. Segundo informações, o protesto é em frente a fábrica de cerâmica, próximo a ponte Riacho do Peixe, em Agrestina.
O ato ocorre exatamente 8 dias depois dos mesmos manifestantes interditarem a BR-104 exigindo a redução dos preços das passagens que tiveram um acréscimo de 48,4% sobre as tarifas das linhas Agrestina / Caruaru. De R$3,20 a passagem passou para R$4,75. Em Altinho, o aumento foi de 23,6% elevando o valor de R$6,30 para R$7,75.
No dia 01/07 a Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Governo do Estado de Pernambuco (Arpe), autorizou o aumento de 16,5% para recompor as perdas da inflação acumulada de 1º de janeiro de 2013 a 31 de maio. De acordo com o Diretor de Regulação Econômico-Financeira da Arpe, Hélio Lopes, a variação de aumento é comum entre os municípios mas não deve ser superior ao aplicado pela Agência. Ele orientou que os usuários poderão denunciar casos de aumento abusivo ligando para a ouvidoria a Arpe através do telefone 0800 281 3844.
Por: Adriano Monteiro 

sábado, 9 de julho de 2016

Católicos da comunidade da Vila Kennedy se preparam para os festejos de São Bento



A Paróquia de São Bento irá vivenciar no período de 10 a 17 de julho, os festejos religiosos em homenagem a seu patrono. A programação tem como tema: Deixemo-nos surpreender pela Misericórdia do Pai. Durante todos os dias da festa religiosa, será celebrada novena e missa a partir das 19 horas.
Além da parte religiosa, a paróquia, que é administrada pelo Padre Adjaildo Soares de Jesus, promoverá a apresentações culturais de diversos grupos e realização de quermesse.
A festa termina no dia 17.07 (domingo), com a realização de procissão e missa a partir das 17 horas.
A Escola Santo Amaro,também localizada na Vila Kennedy, através de sua equipe administrativa e pedagógica agradece ao convite enviado pela Paróquia, desejando que durante a realização do novenário os fieis possam contemplar a Misericórdia do Pai. 
A forte ligação de Santo Amaro com São Bento, levou-o, a se tornar monge beneditino e, posteriormente, sucessor de São Bento. Em Caruaru, na mesma comunidade, Vila Kennedy, São Bento é o patrono da sede da Paróquia e Santo Amaro, patrono da nossa escola. Que a exemplo destes monges, a igreja possa cumprir sua missão de evangelizar e a escola possa executar à súblime missão de educar nossos jovens.

Polêmica na declaração do Presidente da CNI foi a inspiração para charge de Samuca para o Diário de Pernambuco deste sábado 09/07


Charge do Diário de Pernambuco 09/07, por Samuca


Em reunião do Presidente interino Michel Temer e empresários do país, o Presidente da CNI citou como exemplo a França que para garantir a competitividade de mercado, e consequentemente o aumento dos lucros, fez a defesa da necessidade do aumento da carga horária semanal dos trabalhadores, isso em  detrimento dos direitos trabalhistas.
A declaração provocou inúmeros comentários contrários a infeliz declaração dada pelo empresário Robson Braga, na opinião dele, o governo deve adotar medidas duras na área econômica. O mais interessante na declaração dada por este senhor, é que ele se posiciona contrário ao aumento da carga tributária, imposto, no país. Então as medidas duras na economia, o trabalhador brasileiro já deve saber quais são? Aumento da carga horária semanal, que ele já defendeu, redução de outros direitos trabalhistas, redução na política de valorização do salário mínimo, provocante o arrocho salarial.
A que tempos chegamos? Onde iremos parar? Isso tudo acontecendo no país da Ordem e Progresso. Ordem para os pobres e progresso para os ricos.


Por: Paulo Junior



Postagens mais antigas Página inicial

Blog Parceiro

Copyright © Aulas Sociologia | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes